Wellington Silva Jardim

Diretor Executivo da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação, cofundador da comunidade Canção Nova, Wellington Silva Jardim, ou Eto, como é conhecido, nasceu na cidade de Cruzeiro (SP) em 18 de maio de 1949. Filho de Jonas Jardim Filho e Dulce Silva Jardim cresceu num ambiente simples. Possui apenas uma irmã, Glauce Silva Jardim. É casado com a cofundadora da comunidade Canção Nova, Luzia de Assis Santiago. Tem dois filhos e cinco netos.

Desde cedo, começou a frequentar as atividades do Oratório Salesiano de Dom Bosco, em Cruzeiro (SP). Na adolescência, participou de grupos de jovens e de retiros espirituais.

Devoto de Nossa Senhora, considera que se entregou totalmente a Deus no dia em que, durante uma Missa, carregou a imagem da Mãe de Jesus. Descreve que, conforme caminhava e sentia o peso da imagem, ofertou todo o mal que havia em seu coração para Deus. Na ocasião, afirma ter feito uma “experiência com a Misericórdia Divina”.

A história de Eto com o fundador da Canção Nova, Monsenhor Jonas Abib, começou em 1973, num encontro chamado “Experiência de Oração”, na cidade de Bananal (SP). O jovem padre promovia diversos encontros como este no Vale do Paraíba. Entusiasmado, Eto começou a engajar-se em trabalhos pastorais na Igreja.

Em 1980, viveu o grande desafio de sua vida. Foi convidado por Monsenhor Jonas e Luzia a colocar a Rádio Canção Nova no ar. A missão foi cumprida com êxito.

Afirma que foi um dos primeiros a acreditar na Canção Nova e que esta era, desde o início, uma Obra de Deus. Em 1984, ingressou oficialmente na comunidade. Fez seu primeiro compromisso em 2 de fevereiro de 1985. Hoje, diz que nada seria sem a família Canção Nova.

Eto não possui formação profissional. “Fui formado na oficina da vida, pela Palavra de Deus, por Maria e pela Eucaristia”. Antes de entrar na Canção Nova, trabalhou por 12 anos na empresa de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Sua história demonstra seu empreendedorismo, porém não anseia sucesso ou ascensão profissional, mas apenas “a santidade e o céu”. Realiza-se ao ver que a Canção Nova é reconhecida pela Igreja e amada pelo povo.

Tem grande preocupação social e com a juventude. Aliás, é grande incentivador dos trabalhos sociais da FJPII, tais como o Posto Médico Padre Pio, Instituto Canção Nova e Projeto Geração Nova, que beneficiam anualmente mais 400 mil pessoas.

Seu grande desafio é cumprir a missão da Canção Nova: evangelizar. Deseja que a Palavra de Deus atinja todos os lugares. Reza constantemente para que Deus ajude a manter financeiramente esta obra.

Já participou do programa de rádio “Boa Semente”, pela Rádio Canção Nova AM e, por muitos anos, apresentou o programa “Deus Proverá” e “Sorrindo pra Vida” pela TV Canção Nova. Hoje. Escreve periodicamente em seu blog (blog.cancaonova.com/eto) e twitter (twitter.com/etocn). É autor de três livros: “Administrar a própria vida, o negócio mais urgente”, “Se Deus é por nós” e “Animados pela força de Deus”, todos publicados pela Editora Canção Nova.